Avalanche do Humor: Historias Reais do Cotidiano

Historias Reais do Cotidiano

Como de costume toda Quarta terá uma postagem minha sobre uma historia que tenha acontecido comigo ou com um amigo. A história desta semana aconteceu comigo e com um grupo de amigos, foi quando fomos ao cinema (e um de meus amigos estava indo ao cinema pela primeira vez).
                                             


A PRIMEIRA VEZ DO BUYU


O QUE É UM BUYU?

Antes de começarmos com a história sobre a primeira vez do Buyu terei de lhes apresentar o Buyu:
 Isso é um Buyu
Na verdade ele se chama Wesley, mas todos o conhecem como Buyu (por causa de um cara na Praça é Nossa que se chama Buyu), ele também possui vários outros apelidos: Preto Veio, G5 (Insufilme de carro) entre outros.
 O Buyu é a pessoa mais comedia que eu conheço, só pelo simples fato de encará-lo você se pega em crise de riso, porem ele não ficou com  fama de engraçado de um dia para o outro, veja por exemplo como foi sua maior retardadice:

1º: Estávamos todos na aula de Biologia, e eis que a professora nos diz que sobre o pênis e conclui: “Todos os meninos possuem um”. Neste momento olhamos para o Buyu com esperança que ele falasse algo engraçado. Meu amigo virou para ele e perguntou:

- Você não tem não né Wesley?

E eis q ele diz:

- Não, eu sou capado!!!!

Dá pra você imaginar uma turma em total silencio e alguém dizendo isso em voz alta e com uma voz “séria”. Foi assim que ele conseguiu seu novo apelido: “MONOBÁGO”.



A PRIMEIRA VEZ

Quando Buyu nos contou que nunca havia ido ao cinema fiquei triste por ele (logo após de ter rido sem parar por uns 30 minutos) e motivados a levá-lo para sua primeira vez ao cinema juntamos alguns amigos (Eu, Afonso, Renato, Wilson, Marcelo e Buyu) e fomos ao cinema.

Era época de Natal, fomos assistir a Tropa de Elite 2, porem os ingressos estava esgotados fomos ver Os Vampiros que se Mordam. O Buyu não possuía carteira e então levou varias notas de 2 enroladas num barbante (o que fazia as pessoas terem dó dele e ele conseguiu mais uns 10 reais mendigando no Shopping). Única coisa paia foi o Papai Noel do Shopping não querer colocar o Buyu no colo para tirar uma foto (se fosse um menino branco ele iria querer).

Já pela foto da pra vocês notarem que Buyu não poderia nunca entrar em um cinema com uma camisa preta, e foi exatamente o que aconteceu. Mandamos ele e o Wilson (que é a cara dele) na frente para guardarem os lugares enquanto comprávamos drogas comida. E eis que o obvio aconteceu, não encontrávamos o Buyu na escuridão do cinema, só quando eu disse:

- Dá um Sorriso Buyu!


Que conseguimos achá-los. Quando se iniciou o filme foi que percebemos o qual ruim ele era e começamos a conversar sobre assuntos paralelos durante o filme, ate os que estavam presente nos xingarem e botarmos a culpa no Buyu (que estava completamente invisível lá dentro).



FIM DO FILME

O Filme terminou já eram quase 21:00 e Buyu tem um horário máximo para chegar em casa (20:00). Pegamos o Ônibus e quando chegou ao ponto dele, antes mesmo do ponto terminar de parar ele já havia saltado e atravessado na frente do Ônibus (só vimos um pontinho preto lá na frente da rua).

Buyu gostou de sua primeira vez, e já estamos combinando uma segunda vez, mas isso fica pra semana que vem.

4 comentários:

Matheus disse...

Euri do Buyu como sempre esperado das histórias do Matheus kjsdkjdasjksdjksdakjsd mto boa

amanda.gabriela-bernardes disse...

AAAAI, papai noel buiuuuuuuu, kkkkkkkkkk mt bom matheus !

biil disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
biil disse...

é meu filho
vc acho q a gente esqueseu né ?
kkkkkkkkkkkkk

Postar um comentário